8 de out de 2008

Mares Brasileiros Abandonados


Apenas 0,4% dos mares brasileiros estão protegidos em unidades de conservação federais.
Boa parte delas não foi implantada adequadamente – algumas nem mesmo saíram do papel.

O descaso do governo, a ausência de recursos humanos e financeiros e a falta de fiscalização são alguns dos principais desafios, tornando essas áreas vulneráveis a atividades como a pesca ilegal e o turismo desordenado.

Os objetivos da campanha de Oceanos do Greenpeace são:

• mostrar à população brasileira os benefícios das áreas marinhas protegidas (AMPs);

• divulgar informações sobre a atual situação precária das AMPs e exigir sua implementação efetiva;

• pressionar o governo pela criação de novas unidades de conservação nos mares nacionais;

• pressionar o governo para que exerça influência diplomática pela criação de AMPs em águas internacionais.

Nenhum comentário: