19 de jan de 2009

Casa PET Flutuante

A casa flutuante construída por Luiz Fernando Bispo ganhou um novo cômodo.
Ele fez um “puxadinho”, aumentando um pouco mais a sua moradia, que fica fundeada no Canal do Cunha, próximo à Ilha do Fundão, na área mais poluída da Baía de Guanabara. A casa foi salva da remoção ordenada pela Serla – a Superintendência estadual de Rios e Lagoas – por interferência do Secretário estadual de Ambiente, Carlos Minc. Segundo Bispo, a sua casa “é a Monalisa da Maré, uma obra de arte que todo mundo quer ver”.
A casa conta ainda com uma sala, quarto, banheiro, varanda, garagem, jardim, piscina, terraço. O mais interessante é que ela foi toda construída e tendo a sua base de sustentação, suas paredes feitas de material reciclado composta de garrafas pet e plástico em geral.
Luis Fernando Bispo demonstra uma enorme preocupação com o problema da poluição da Baía de Guanabara, por estar sempre flutuando na baía e vendo de perto a gravidade crescente da poluição. O aventureiro diz que sempre esteve ligado a questão ambiental, e já viveu uma época em baixo da ponte Engenheiro Jorge Bauer, próximo a Cidade Universitária, quando ocupava o tempo distribuindo mudas de árvores para as pessoas nas ruas.

6 comentários:

Lola disse...

Já conhecia a história do Bispo e acho super interessante, bem sustentável.

Ótima postagem!

Beijo e que esteja tudo bem aí!!!

Mimirabolante disse...

é engraçada....

Mimirabolante disse...

é engraçada....

Mimirabolante disse...

Voltei e vim te visitar...tbm estava com saudades....

Anônimo disse...

Nossa!!Bem...diferente!!!Gostamos!!

Anônimo disse...

Muito interessante parabens Adilson Becker Delwing de Estrela -RS