3 de jan de 2012

Xô Dengue


Chegou o verão: Cuidado com a dengue !
Quem tem vasos ou jardim em casa deve tomar cuidado com o acúmulo de água limpa, que propicia a proliferação do mosquito causador da dengue, o Aedes aegypti.
Aline Fini, engenheira agrônoma do Instituto Brasileiro de Paisagismo (Ibrap), dá dicas:
  • remova a água dos pratos dos vasos;
  • coloque areia nos recipientes;
  • escove e lave com cloro as bordas de piscinas e espelhos d´água,
  • não deixe acumule entulho, 
  • tampe caixas d’água, 
  • vire a boca de latas e garrafas para baixo, 
  • troque a água das fontes toda semana, com a ajuda de uma bomba.

Borra de café contra as larvas

A aplicação da borra de café nas plantas também é eficaz. Pesquisas realizadas pelo Departamento de Biologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), de São José do Rio Preto (SP), apontam que o pó de café, depois da passagem da água fervente, contém substâncias que bloqueiam o desenvolvimento das larvas de Aedes aegypti, causando sua morte nessa fase.
Larvicidas também são úteis, mas Francisco Hideo Aoki, professor de Infectologia do Departamento de Clínica Médica da Unicamp, lembra que, mais importante que usar qualquer produto é evitar o acumulo de água nos recipientes.
Quando regar
Para a paisagista Helena Justo, a frequência de rega deve ser seguida conforme a necessidade de cada vegetação. “É melhor molhar um pouco, de duas a três vezes por semana, do que molhar muito de uma só vez.”
Uma maneira fácil de saber se a planta está ou não necessitando de água é colocar o dedo na terra. “Se a terra estiver úmida, significa que não há necessidade de água. Porém, se a pessoa sentir que a terra está seca, é melhor irrigar”, diz.
Bromélias e helicônias
Espécies muito usadas em jardins, as bromélias têm suas folhas dispostas em formato de roseta, o que favorece o acúmulo de água, que é absorvida lentamente pela planta. Portanto, sempre que for regá-las, lembre-se de derramar a água represada em seu centro.
De acordo com Helena Justo, algumas espécies de helicônias também acumulam água. Se for criar um jardim, evite-as ou redobre a atenção na época de chuvas.
Arranjos
Em vasos com flores naturais cortadas, Aline indica trocar semanalmente a água e esfregar as laterais. “Pode-se também adicionar uma solução de água com hipoclorito de sódio (água sanitária) a 2%, na proporção de 40 gotas para 500 ml de água, que funciona como larvicida e não prejudica a planta.”
Vi aqui

Um comentário:

✿ chica disse...

Importantes avisos e dicas!Vamos cuidar! Feliz 2012!beijos,chica