12 de jan de 2016

A IMPORTÂNCIA DE VACINAR SEUS ANIMAIS


Se podemos prevenir, porque remediar? O dito popular está corretíssimo, porque uma vacina é muito mais barata do que tratar a doença, e algumas doenças nem cura tem...ou seja, se você não vacinar seu animal e ele adquirir uma doença letal, ele vai morrer e você vai ter que conviver com a culpa de ter "matado" seu melhor amigo. Muito dramático? Não, apenas a realidade. Somos os responsáveis pela guarda dos nossos bichinhos, temos que zelar por eles. Se não pode vacinar, não os tenha, ponto. 
Algumas doenças ainda podem ser transmissíveis ao ser humano. A raiva é uma delas. O que é a raiva afinal? 

"A raiva é uma infecção viral mortal transmitida para seres humanos a partir da saliva de animais infectados – geralmente por uma mordida." Leia mais aquiaqui e aqui.

Não tem desculpa para não vacinar, cada cidade tem seu programa de vacinação, vá atrás dos seus direitos. 

Na CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de São Paulo, você pode vacinar seu bichinho gratuitamente.

A seguir vão informações constantes do site da Prefeitura de São Paulo, qualquer inconformidade deverá ser cobrado diretamente no site da Prefeitura, o blog não tem responsabilidade sobre informações desatualizadas ou inconsistentes do site da Prefeitura ok!


"- A partir dos três (03) meses de idade, cães e gatos sem exceção, devem ser vacinados contra raiva todos os anos, incluindo lactantes, cadelas prenhes ou no cio;

- Cães e gatos não devem ter livre acesso à rua;

- Se sair com o animal à rua, mantenha-o sob controle, utilizando coleira e guia;

- Nunca provoque um animal;

- Não toque em animais estranhos, feridos ou que estejam se alimentando;

- Não aparte brigas entre animais, nem mexa com fêmeas e suas crias;

Em caso de acidentes por mordedura ou arranhadura de cães e gatos:

- Lavar o ferimento com água e sabão e procure orientação médica;

- Identifique o animal agressor e seu proprietário;

- Caso o cão ou gato for conhecido, observar o animal por 10 dias;

- Caso o animal não tenha dono, desapareça, adoeça ou morra, procure imediatamente orientação com o Centro de Controle de Zoonoses, telefone: (11) 3397-8900 (plantão 24 horas)

Para maiores informações de como prevenir agressões consulte o Manual de Prevenção contra Agressão por Cães e Gatos e entre em contato com as Supervisões de Vigilância em Saúde (SUVIS) de sua região para informações referentes ao horário de atendimento que podem variar de acordo com as unidades."

Um comentário:

Ro SV disse...

Gostei muito do seu blog e gostaria de lhe convidar a fazer parte da minha rede, através do Google+. Um abração.